Contradição, um novo restaurante à conquista do Castelo de Bragança

É um Gastrobar com pretensões de ser muito mais, quem sabe, de alcançar as estrelas. Até lá, os responsáveis pelo G Restaurante vão continuar a provar que Bragança está na moda.

 

Há uma nova razão para atravessar o país, seja qual for o ponto de partida, e rumar a norte, em direção a Bragança e ao castelo altaneiro, símbolo da cidade. Os irmão Óscar e António Gonçalves, mais conhecidos por irmãos Geadas, abriram um Gastrobar e prometem, pela terceira vez, revolucionar a oferta gastronómica da cidade. Recentemente inaugurado, o Contradição, mais do que um espaço de boa comida (já agora, também de boa bebida), é um exemplo de resiliência, resistência e uma declaração de amor a toda uma região que orgulhosamente representam, também além-fronteiras, através da gastronomia.

Para se chegar a este novo projeto no Castelo de Bragança é preciso recuar no calendário. Tudo começou com Adérito e Iracema, os responsáveis pelo restaurante Geadas, premiado com um Garfo de Ouro pelo Boa Cama Boa Mesa pela primeira vez em 2015. Era a prova de que alguma coisa diferente estava a acontecer em Bragança e a mudança, anos depois dos dois filhos, Óscar e António, para a Pousada de Bragança para fazerem o seu próprio caminho, acabou por confirmar esta tendência. Nesse ano, tinham tomado conta do negócio dos pais e provado que eram capaz de elevar a cidade a destino estrelado nacional.

Em 2018, a consagração chegou. O G Restaurante, na Pousada de Bragança, ganha a primeira estrela Michelin, e Garfo de Ouro pelo guia Boa Cama Boa Mesa, que nunca mais perdeu até hoje, sinal de que a aposta estava ganha e que afinal de contas, para estar entre os melhores, não era preciso estar no Porto, em Lisboa ou no Algarve. Com a crise pandémica, foi preciso mudar e as novidades não se fizeram esperar, mais uma vez com inovação, criatividade, e com a vontade de afirmar, mais uma vez, que Bragança está na moda da gastronomia em Portugal.

A nova aposta chama-se Contradição, e surge como, além de um novo foco de atração regional, forma de dar uma resposta à crise e ocupar os colaboradores do restaurante. Tendo como nome oficial Gastrobar Contradição Família Geadas, abriu perto do castelo com ambições superiores a servir apenas o melhor da gastronomia da região, sem esquecer os emergentes vinhos ali produzidos. Para começar, há o Pastel Massa Tenra (€5), a Chamuça da Tia Mariemo (€5), uma Tábua de Enchidos (€14), e uma Tábua de Queijos (€14).

Depois, no restaurante Contradição, há Carabineiro ao alho (€27,50), Muxama, Tomate e Buquet (€7), Truta Escalfada com Erva Peixeira e Açorda (€8), e Vieira e Panceta de Porco Bísaro e Puré de Maçã (€10). Seguem-se os Cuscos de Sames de Bacalhau (€7), o Brás de Cogumelos e Legumes (€6), e o Lagarto de Porco Bísaro, Espuma de Batata e Azedas (€8). Há ainda Rabo de Boi e Cogumelos (€9), e Entrecôte de Vaca Maturada (300g), Batata e Espargos (€27,50).

As sobremesas do Contradição são a Tarte de Maçã, Tomilho e Mel com Gelado de Cerveja (€8), Morango, Manjericão e Vinagre de Framboesa (€8), Chocolate Negro, “Delta Q”, Biológico e Amêndoa (€8) e Pudim Abade Priscos, Citrinos e Maçã (€8). Os mais novos ganham direito a menu próprio, com Creme de Legumes (€4) e Almôndegas com Fusilli (€6),

Há uma oferta vasta de vinho a copo, com cinco espumantes , seis vinhos brancosoito rosés e nove vinhos tintosMoscatel, Late Harvest & Vinhos Doces Fortificados há 10 opções. O restaurante Contradição (Rua Rainha D. Maria II, 197, Bragança. Tel. 926844363) é, insiste-se, mais uma boa razão para rumar a norte e descobrir, de novo, Bragança e a criatividade e a consistência dos irmãos António, na sala, e Óscar Gonçalves na cozinha. Uma dupla que não se cansa de enaltecer esta região transmontana.

In Boa Cama Boa Mesa Expresso